UM QUARTO DO TRANSPORTE COLETIVO DE PASSAGEIROS ENVOLVE GRATUIDADES EM CHAPECÓ

Compartilhe!

Diretor da Auto Viação Chapecó esteve no Chapecó Notícias 1ª Edição

Balanço divulgado pela concessionária do transporte coletivo urbano de Chapecó mostra que um quarto dos serviços envolve gratuidades. Conforme dados da Auto Viação Chapecó, no ano passado o volume médio das gratuidades chegou a 25,77% enquanto nos três primeiros meses de 2024 é de 24,82%.

Como a média de passageiros transportados mensalmente é de um milhão e 85 mil usuários, isso significa que aproximadamente 813,8 mil pagam o transporte e 271,2 mil são não pagantes.

Na manhã desta segunda-feira (10), o programa Chapecó Notícias recebeu o Diretor Comercial da Auto Viação Chapeco, João Carlos Scopel, e o Coordenador de logística da empresa, Alaércio Gonçalves de Azevedo.

CLIQUE AQUI PARA ACOMPANHAR A ENTREVISTA COMPLETA

As gratuidades em Chapecó compreendem idosos com mais de 60 anos, pessoas com necessidades especiais e acompanhantes, o uso da mesma passagem para mais de um trajeto no sistema integrado e a metade da passagem de estudantes. Como o transporte é público por concessão, sem subsídio, isso significa que qualquer gratuidade reflete no custo final da tarifa paga pelos demais usuários, atualmente de R$ 4,55 e de R$ 2,30 para estudantes.

OS PRINCIPAIS INDICATIVOS

Os dados mensais das gratuidades no ano passado indicam que a maior utilização foi referente à segunda passagem na integração, em 10,6%, seguindo-se idosos, em 9,9% (dos quais 4,1% se referem à lei municipal específica para idosos de 60 a 64 anos), e meio passe para estudantes, em 3,6%. Já o principal mês de utilização em 2023 foi abril, com o índice de 27,43% de todo o movimento.

Neste ano, o maior uso das gratuidades foi em março último, de 26,71%. Já a média trimestral por segmentos indica 11% na integração, 10% para idosos (dos quais 4,0% atendem à lei municipal para idosos entre 60 e 64 anos), e 2,1% a meia passagem para estudantes.

O menor volume de uso das gratuidades tradicionalmente é nos meses de janeiro e julho, em função das férias. No ano passado foi de 23,31% em janeiro e de 22,77% em julho, enquanto em janeiro último chegou a 23,35%.

Outros assuntos como a renovação de frota, tecnologia embarcada e as linhas atendidas também foram destaque no Chapecó Notícias.

Foto: Mateus Frozza / Rádio Chapecó FM

Mais notícias

A falta de água é uma das principais preocupações, afirma …

As inscrições são gratuitas e vão até 30 de junho A …

Abrir bate-papo
Olá 👋
Podemos ajudá-lo?