PRESIDENTE DO PL DIZ QUE PARTIDO QUER DIREITA UNIDA EM CHAPECÓ

Compartilhe!

Se a sigla não for vice na chapa de João Rodrigues, decisão não será mais local; outros cenários serão possíveis, mas somente com o aval do diretório estadual

O presidente do Partido Liberal (PL) em Chapecó, empresário Leandro Sorgatto, e o secretário da sigla, André Curtarelli, foram entrevistados na manhã desta segunda-feira (24) no programa Chapecó Notícias – 1ª Edição. A pauta principal foi a eleição municipal de outubro deste ano.

É o partido do governador Jorginho Mello e do ex-presidente Jair Bolsonaro. Assim sendo, é natural que tenha candidato em uma cidade da importância e do porte de Chapecó. No entanto, existem outras possibilidades em aberto.

Uma delas é uma candidatura à vice em chapa futura com o atual prefeito, João Rodrigues, do PSD. Esse posicionamento já havia sido anunciado em entrevista recente com a deputada federal Caroline De Toni (PL).

“O PL não está se oferecendo”, ressaltou Sorgatto. O dirigente afirmou ainda que “…se há espaço para construir o projeto…evitar que fique na conta do PL uma possível divisão das candidaturas mais de centro-direita…se isso vier a acontecer, não é por falta de interesse nosso”.

Leandro Sorgatto declarou que o partido local tem autonomia para construir a composição. Nesse caso, seria uma candidatura na chapa majoritária do pré-candidato João Rodrigues. Outro cenário necessitará de um posicionamento do diretório estadual e do governador Jorginho Mello.

Não havendo vaga de vice na chapa de João Rodrigues, a tendência seria uma candidatura própria do PL em Chapecó. Porém, Sorgatto não descarta um apoio ao atual prefeito, somente com candidatos ao legislativo. “Não podemos descartar nenhuma possibilidade”, enfatizou Sorgatto.

O dirigente entende que os partidos de centro-direita não podem deixar passar a oportunidade de alinhamento, pensando em projetos futuros. Se não houver entendimento, “…vejo que é uma oportunidade perdida de construção futura”, disse Sorgatto. Esses projetos seriam para 2026 e 2028 para ocupar “os maiores espaços que o oeste já teve”, finalizou.

Fotos: Mateus Frozza / Rádio Chapecó

Mais notícias

O governador em exercício destacou a união de esforços para …

Já em Chapecó e integrado ao elenco alviverde, Felipe Vieira …

Abrir bate-papo
Olá 👋
Podemos ajudá-lo?