POLÍCIA CIVIL ESCLARECE INJÚRIA HOMOFÓBICA PRATICADA PELA INTERNET CONTRA PROFESSOR DE CHAPECÓ

Compartilhe!

O crime teria sido praticado por um adolescente ex aluno do educador

Chapecó/SC – A polícia civil concluiu investigação envolvendo a prática do crime de injúria homofóbica praticada por e-mail contra um professor da rede de ensino da cidade.

O crime foi praticado por envio de e-mail contendo imagens e falas discriminatórias, sem que fosse possível, em um primeiro momento identificar a pessoa agressora.

A investigação iniciou-se a partir do momento em que o professor acionou a Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso (DPCAMI) em busca de providências, sendo dado início imediato às diligências de rastreio de dados que resultaram na identificação de um adolescente com 14 anos de idade, que foi aluno da vítima anos atrás.

Interrogado, a partir das evidências identificadas, o adolescente confessou a autoria da conduta e responderá pela prática do ato infracional de injúria homofóbica, sendo compromissado a comparecer perante o Ministério Público. A Polícia Civil adverte para a necessidade de responsabilidade no uso de plataformas digitais, na medida em que o uso viole direitos de terceiros geram, não apenas danos e sofrimento às vítimas, mas a responsabilização dos agressores.

Foto: Ilustração

Mais notícias

O governador em exercício destacou a união de esforços para …

Já em Chapecó e integrado ao elenco alviverde, Felipe Vieira …

Abrir bate-papo
Olá 👋
Podemos ajudá-lo?