MINISTRO DOS TRANSPORTES CUMPRE AGENDA EM CHAPECÓ

Compartilhe!

Renan Filho chegou na capital do Oeste por volta das 10h20 desta segunda-feira (03). Cerimônia de Assinatura da Ordem de Serviço ocorreu na ACIC

A agilização dos procedimentos do edital para duplicação da BR-282 e o início a partir de Chapecó até o trevo com a BR-153 em Irani. Esses foram os dois pedidos pontuais feitos pelo Centro Empresarial de Chapecó (CEC) em documento entregue nesta segunda-feira, 3 de junho, ao ministro dos Transportes, Renan Filho, em sua vinda a Chapecó para assinar a ordem de serviço para manutenção, conservação e recuperação de trechos das BRs-282, 158 e 480 no valor de R$ 194 milhões.

Documento entregue ao ministro pelo presidente do CEC, Marcos Antonio Barbieri, destaca a importância dos serviços autorizados e pede que sejam agilizados os procedimentos para a definição dos projetos e o início das obras de duplicação da BR-282, em função da necessidade quanto ao escoamento da produção e o recebimento de matérias-primas, além do grande movimento de veículos de passeio e ônibus.

Outra solicitação é para que tenha prioridade, nos projetos e na respectiva execução, a duplicação da BR-282 começando por Chapecó até o trevo com a BR-153 em Irani. O argumento é de que esses são dois expressivos entroncamentos para outras estradas estaduais e federais, no território catarinense e também no Rio Grande do Sul e no Paraná.

“Com aproximadamente 115 quilômetros, o trecho Chapecó-Irani é o de maior movimento e já possui oito quilômetros duplicados no perímetro urbano de Xanxerê e teria maior facilidade para ser duplicado, técnica e economicamente, pois não há problemas representativos de relevo, indenizações e obras como pontes e viadutos”, expressa o Centro Empresarial.

INTELIGAÇÃO FERROVIÁRIA

Além da agilização dos projetos e do início da duplicação, a entidade formada por três associações e 14 sindicatos representativos do comércio, indústria, agropecuária e prestação de serviços em 110 municípios da região pede que o governo federal também preveja interligação ferroviária da BR-282.

Lembra que já estão em fase adiantada os estudos para a construção de ferrovias entre Chapecó, Cascavel no Paraná e Maracajú no Mato Grosso do Sul, através da Nova Ferroeste, e de Chapecó a Correia Pinto, pelo governo de Santa Catarina.

Fotos: Amauri Sales / Rádio Chapecó FM

Mais notícias

Todos residiam em Chapecó e estariam se dirigindo a um …

Ocorrência foi atendida por volta das 13h Uma mulher de 22 …

Abrir bate-papo
Olá 👋
Podemos ajudá-lo?