INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E DEMOCRACIA SÃO TEMAS DE SEMINÁRIO INTERNACIONAL PROMOVIDO PELO TSE E PELA FGV

Compartilhe!

Aberto ao público, encontro reunirá ministros, autoridades, representantes de redes sociais, acadêmicos e especialistas nacionais e internacionais

O combate à disseminação de notícias falsas nas redes sociais é uma das principais bandeiras da Justiça Eleitoral. Diante da popularização de ferramentas de inteligência artificial (IA) que podem potencializar os efeitos de notícias falsas no processo eleitoral, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e a Escola de Comunicação, Mídia e Informação da Fundação Getulio Vargas (FGV Comunicação) realizam, na próxima terça (21) e na quarta-feira (22), a partir das 9h30, o “Seminário Internacional – Inteligência Artificial, Democracia e Eleições”.

O encontro reunirá ministros, autoridades, representantes de redes sociais, acadêmicos e especialistas nacionais e internacionais. O objetivo é aprofundar os conhecimentos sobre inteligência artificial, explorar as interseções dessas ferramentas e a governança, bem como debater diretrizes que orientem seu uso ético no processo eleitoral e na defesa da democracia.

O seminário também busca contribuir para a conscientização do público em geral sobre os benefícios e riscos associados ao uso dessa tecnologia nas eleições. O evento é aberto ao público e acontece no Auditório I do Tribunal, em Brasília (DF).

A participação é gratuita e as inscrições estão abertas: basta preencher o formulário neste link.

O seminário, que conta com o apoio da Delegação da União Europeia no Brasil, da Federação Brasileira de Bancos (Febraban) e da Escola Judiciária Eleitoral do TSE (EJE/TSE), vai debater o efeito das fake news no processo eleitoral e a influência que a desinformação exerce no voto da eleitora e do eleitor.

Além disso, o evento busca fomentar a troca de experiências e a compreensão das considerações éticas, políticas e sociais envolvendo a inteligência artificial, ouvindo parceiros como a Democracy Reporting International (DRI) e a Agência Lupa.

Mesa de abertura

No evento, o presidente do TSE, ministros da Corte, especialistas e autoridades vão avaliar e discutir estratégias para o enfrentamento do fenômeno da desinformação na esfera eleitoral.

A mesa de abertura será composta do presidente do TSE, ministro Alexandre de Moraes; da vice-presidente da Corte, ministra Cármen Lúcia; do diretor da EJE/TSE, ministro Floriano de Azevedo Marques; do ministro da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Lewandowski; do advogado-geral da União, Jorge Messias; da embaixadora da União Europeia no Brasil, Marian Schuegraf; e da embaixadora da Alemanha no Brasil, Bettina Cadenbach.

Painéis

O seminário será dividido em quatro painéis temáticos: “Como as democracias sobrevivem”; “Algoritmo, polarização e desafios em contextos eleitorais”; “Desinformação e o uso de IA nas eleições”; e “Integridade do processo eleitoral no mundo digital”.

O primeiro painel será presidido pela ministra Cármen Lúcia e terá os seguintes palestrantes: Marco Ruediger, sociólogo e diretor da Escola de Comunicação da FGV; Kevin Casas-Zamora, secretário-geral da Idea Internacional; e Lilian Cintra de Melo, secretária de Direitos Digitais do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

A ministra Edilene Lôbo presidirá o segundo painel, com os palestrantes: Dragos Tudorache, membro do parlamento da União Europeia e correlator do IA Act; João Brant, secretário de políticas digitais da Secretaria de Comunicação da Presidência da República; Beatriz Saab, pesquisadora do Democracy Reporting International (DRI); e Daniela Silva, chefe de políticas públicas do WhatsApp no Brasil.

Em seguida, a jornalista e colaboradora da FGV Comunicação Rio Leila Sterenberg mediará o terceiro painel, com a presença de: Renate Nikolay, diretora-geral adjunta da DG Connect da Comissão Europeia; Albertina Piterbarg, especialista em eleições da Unesco; Matías Di Santi, diretor de jornalismo do Chequeado (Argentina); e Fernando Gallo, diretor de políticas públicas do TikTok no Brasil.

Encerramento

Na quarta-feira (22), o ministro Ramos Tavares estará à frente do painel “Integridade do processo eleitoral no mundo digital”, tendo como palestrantes: Jens Zimmermann, membro do Parlamento Federal Alemão; Natália Leal, CEO da Lupa; Luca Belli, coordenador do Centro de Tecnologia e Sociedade da FGV; e Taís Tesser, gerente de contencioso da Google Brasil.

Na conferência de encerramento, o presidente do TSE, ministro Alexandre de Moraes, deve falar sobre os impactos da inteligência artificial nas eleições e sobre os desafios para a democracia no século XXI.

MC/LC, DB

Imagem: TSE

Mais notícias

Duas pessoas foram presas Na manhã de hoje, a Polícia …

Campeonato foi em São José   No último fim de semana, atletas …

Abrir bate-papo
Olá 👋
Podemos ajudá-lo?