GOVERNO ANTECIPA METADE DO 13º SALÁRIO, DESTINA RECURSOS PARA HOSPITAIS E REFORÇA SEGURANÇA

Compartilhe!

Confira os detalhes

Em resposta à maior catástrofe meteorológica da história do Rio Grande do Sul, o governador Eduardo Leite anunciou, nesta sexta-feira (10/5), a antecipação de metade do 13º salário para os servidores públicos estaduais, a liberação de mais R$ R$ 31,6 milhões para a rede hospitalar e o reforço da segurança em abrigos.

“Esse desastre afetou praticamente todos os municípios do Estado. Então, estamos antecipando a metade do 13º salário dos servidores para pagamento até 15 de junho. Esse é o prazo-limite, mas faremos o pagamento o mais rapidamente possível. Isso representa 900 milhões de reais liberados pelo Estado”, afirmou Leite.

Além disso, segundo o governador, o Banrisul deve anunciar, ainda nesta sexta, a possibilidade de suspensão dos prazos para pagamento de empréstimos consignados, como uma forma de dar suporte extra aos servidores.

A área da segurança também está recebendo atenção especial. O programa Mais Efetivo será ampliado, reforçando as forças de segurança. A ideia inicial era convocar os militares que entraram para a reserva nos últimos cinco anos, mas o prazo será aumentado para dez anos, resultando no chamamento de mais profissionais. 

“Estou especialmente focado em acompanhar a situação dos abrigos e garantir a dignidade e a proteção das pessoas. Estamos reforçando a segurança dentro desses locais, inclusive com chamamento de policiais que estavam na reserva”, explicou Leite. 

“A segurança é nossa prioridade. Não vamos dar espaço para criminosos. Estamos com força total para dar respostas, prendendo aqueles que pratiquem crimes, seja nos abrigos, seja nas ruas”, frisou o governador. 

O governo pretende concluir o cadastro dos militares da reserva até sábado (11/5), de modo que possam entrar em ação já no fim de semana. 

Saúde e educação

Leite anunciou a liberação de mais R$ 31,6 milhões para a rede hospitalar, a fim de apoiar hospitais que estão realizando atendimentos de retaguarda às vítimas do desastre. Com os R$ 10 milhões anunciados em 6 de maio, o valor para reestruturação de hospitais totaliza, agora, R$ 41,6 milhões.

A saúde mental também será reforçada, com a contratação de 149 equipes multiprofissionais para atuarem na atenção primária. Para viabilizar a contratação, o Estado vai repassar R$ 10 milhões aos municípios. Serão contempladas 80 cidades em situação de calamidade pública ou emergência.

Os pagamentos do programa Todo Jovem na Escola foram antecipados para esta sexta, a fim de auxiliar os alunos e suas famílias frente à situação das inundações e alagamentos. O recurso é destinado a estudantes em situação de vulnerabilidade social. O recebimento do valor será via Cartão Cidadão. Serão pagos R$ 12,9 milhões, beneficiando mais de 83 mil alunos.

Mais chuvas

Leite também alertou a população acerca das previsões de mais chuvas para o Estado nos próximos dias. “Peço apoio para que mantenhamos o alerta e o Estado sob atenção, porque temos expectativa de chuvas que vão impactar diversas localidades. Então, não retornem para áreas de risco. Teremos volume de chuva que devem trazer ainda muitos transtornos e possibilidade de novos deslizamentos”, alertou.

 Foto: Lauro Alves/Secom

Mais notícias

Credenciamento pode ser feito até 19 de julho Estão abertas as …

Há vazamento de biodiesel O tombamento de um caminhão interditou o …

Abrir bate-papo
Olá 👋
Podemos ajudá-lo?