FERROVIA NO OESTE DE SC É TEMA DE ENTREVISTA NA RÁDIO CHAPECÓ FM

Compartilhe!

Participaram o presidente do Centro Empresarial Chapecó, Marcos Antônio Barbieri, e o Coordenador do Grupo Pró Ferrovias, Lenoir Broch

Os projetos de ferrovias que estão em desenvolvimento no estado de Santa Catarina foram tema da entrevista na manhã desta quinta-feira (06), na Rádio Chapecó FM 100.1.

Participaram da entrevista o presidente do Centro Empresarial Chapecó, Marcos Antônio Barbieri, e o diretor de Ferrovias da ACIC, Lenoir Broch, que também é o coordenador do Grupo Pró Ferrovias.

CLIQUE AQUI PARA ACOMPANHAR A ENTREVISTA COMPLETA

Atualmente Santa Catarina tem dois projetos em desenvolvimento. Um deles, de 319 quilômetros entre as cidades de Chapecó e Correia Pinto, e outro, de 62 quilômetros, entre Navegantes e Araquari. O investimento do Estado é de cerca de R$ 32 milhões.

O coordenador do Movimento Pró-Ferrovias, Lenoir Broch, fez um balanço também sobre os estudos relativos à implantação da ferrovia entre Maracaju, no Mato Grosso do Sul, Cascavel-PR e Chapecó, a cargo da Ferroeste.

Broch comentou ainda, durante a entrevista, que já foi iniciado, a cargo do governo e de empresários gaúchos, o estudo para a ligação ferroviária entre Chapecó e Passo Fundo, no Rio Grande do Sul.

BR-282 E MINISTRO RENAN FILHO EM CHAPECÓ

Outro assunto atualizado durante a entrevista na manhã desta quinta-feira, no Chapecó Notícias 1ª Edição, foi a duplicação da BR-282 e a vinda do Ministro dos Transportes, Renan Filho, para Chapecó no início desta semana.

RODOVIAS

De acordo com o presidente do Centro Empresarial Chapecó, Marcos Antônio Barbieri, a agilização dos procedimentos do edital para duplicação da BR-282 e o início a partir de Chapecó até o trevo com a BR-153 em Irani foram os dois pedidos pontuais feitos pelo Centro Empresarial de Chapecó (CEC) em documento entregue ao ministro dos Transportes, Renan Filho. Durante a visita, o ministro assinou a ordem de serviço para manutenção, conservação e recuperação de trechos das BRs-282, 158 e 480 no valor de R$ 194 milhões.

Marcos Antonio Barbieri destacou a importância dos serviços autorizados e pediu que sejam agilizados os procedimentos para a definição dos projetos e o início das obras de duplicação da BR-282, em função da necessidade quanto ao escoamento da produção e o recebimento de matérias-primas, além do grande movimento de veículos de passeio e ônibus.

Outra solicitação é para que tenha prioridade nos projetos e na respectiva execução, a duplicação da BR-282, começando por Chapecó até o trevo com a BR-153 em Irani.

O argumento é de que esses são dois expressivos entroncamentos para outras estradas estaduais e federais, no território catarinense e também no Rio Grande do Sul e no Paraná.

Foto: Mateus Frozza / Rádio Chapecó FM

Mais notícias

Duas pessoas foram presas Na manhã de hoje, a Polícia …

Campeonato foi em São José   No último fim de semana, atletas …

Abrir bate-papo
Olá 👋
Podemos ajudá-lo?