EQUIPES QUE TRABALHARAM EM ARROIO DO MEIO SÃO RECEPCIONADAS EM CHAPECÓ

Compartilhe!

“Seja bem-vindo pai, estamos orgulhosos”, dizia o cartaz de Júlia Duarte

Centenas de pessoas usando a bandeira do Brasil, de Chapecó ou da Chapecoense, com o chimarrão para espantar o frio, foram até a Prefeitura de Chapecó na tarde deste domingo (26) para recepcionar os voluntários que estavam há uma semana trabalhando em Arroio do Meio-RS.

Já era passado das 16h quando o comboio com cerca de 50 veículos, sendo em torno de 30 caminhões, apontou no prolongamento Sul da Avenida Getúlio Vargas. Neste momento a Orquestra Sinfônica de Chapecó começou a executa o “Tema da Vitória”, de Eduardo Souto Neto, que ficou conhecido como tema do ex-piloto de Fórmula 1, Ayrton Senna. A recepção era como se fosse uma bandeirada para as pessoas e veículos que cumpriram uma missão de solidariedade junto ao município do Vale do Taquari, que deixou metade da população desalojada e 90% do município impactado.

“Seja bem-vindo pai, estamos orgulhosos”, dizia o cartaz de Júlia Duarte, 18 anos, ao lado da irmão Gabriela, que tinha outro cartaz, e do Caçula Mateus, de sete anos.

“A gente sentiu falta dele mas também sentimos muito orgulho pelo que ele fez. Ele foi para ajudar e agora tem uma história para contar”, disse Gabriela. Mateus disse que sentiu falta do pai para alimentar os animais, como os coelhos, pintinhos, porcos e ovelhas. Mas o menino ajudou a mãe nas tarefas. Ao chegar, Odirlei Duarte abraçou os filhos e a esposa e depois relatou como foi a semana em Arroio do Meio.

“Foi difícil, a gente chegou e era um cenário de destruição, em alguns lugares a gente não sabia nem como chegar para trabalhar. Mas fomos limpando, serrando, cortando as árvores que estavam na pista, a gente conseguiu liberar muitos acessos. Valeu a pena. Meu sentimento é de muita alegria pela recepção que tivemos lá e agora por chegar em casa e ser recebido dessa forma”, disse Odirlei, que é servidor público municipal.

Miguel Nascimento, de 10 anos, também fez um cartaz para receber o pai, que é pastor e foi voluntário em Arroio do Meio. Cerca de 200 voluntários estiveram na cidade, além de 12 caminhões-caçamba, quatro caminhões-pipa, e cerca de dez máquinas pesadas da Prefeitura. Também teve o apoio de empresas em alguns caminhões para transporte, sem falar dos donativos.

Na bagagem de volta, muita gratidão e também um novo morador para Chapecó. É o cão Arroio, que foi resgatado numa casa em que não havia mais nem parte das paredes. Ele foi adotado pela primeira dama, Fabiana Matte Rodrigues. Ela esteve com o prefeito durante toda a semana. E na recepção, receberam muitos abraços e flores.

“Quero agradecer a todas as pessoas que colaboraram, que foram voluntárias, nessa missão que tivemos em Arroio do Meio. Essa foi uma experiência diferente, pois vimos um povo sem esperança, pois quem tinha um quarto, uma cama, um emprego, está dormindo num ginásio e não tem mais o emprego. Vimos casas com meio metro de barro. Levamos nosso trabalho, nossa solidariedade, mas mais do isso, levamos esperança. É o povo, fazendo pelo povo. Obrigado a todos os voluntários”, disse o prefeito.

O coordenador da Defesa Civil, Valter Luciano Hüning, disse que foi realizada a limpeza de três avenidas e suas transversais, mais uma rua principal, além de 110 casas e centenas de cargas de entulho e lodo que foram recolhidas durante a ação.

A recepção, organizada pela Fundação Cultural de Chapecó, encerrou com o Hino Nacional, executado pela Orquestra Sinfônica de Chapecó. E teve também um coro de: “Sou chapecoense, com muito orgulho, com muito amor”.

Fotos: Mateus Frozza e Prefeitura de Chapecó

Mais notícias

A área tem aproximadamente seis hectares Jaborá/SC - O flagrante se …

O bebê nasceu dentro da ambulância do Corpo de Bombeiros Cunha …

Abrir bate-papo
Olá 👋
Podemos ajudá-lo?