ARTETERAPIA BENEFICIA IDOSOS NO CENTRO DE CONVIVÊNCIA DE CHAPECÓ

Compartilhe!

O projeto visa manter a mente dos idosos ativa e proporcionar ocupações significativas para eles

O Centro de Convivência do Idoso (CCI) de Chapecó tem se destacado como um verdadeiro lar para muitos idosos que necessitam de acolhimento. O espaço, dedicado a oferecer proteção integral para aqueles que não dispõem de condições para permanecer com a família, enfrentam situações de violência ou negligência, ou estão em situação de rua e abandono, tem desenvolvido atividades que buscam melhorar a qualidade de vida de seus moradores.

Atualmente, o CCI acolhe 18 idosos e conta com uma equipe de 32 profissionais, que trabalham diariamente para oferecer um ambiente seguro e acolhedor. Uma das iniciativas que mais tem se destacado é a sala de arteterapia, idealizada pela enfermeira Jaine, em conjunto com a equipe do CCI. O projeto visa manter a mente dos idosos ativa e proporcionar ocupações significativas para eles.

Então, hoje no CCI, nós estamos com a nossa sala de arteterapia, que foi uma ideia da nossa enfermeira Jaine, juntamente com toda a equipe aqui, para pensarmos no que seria bom para os nossos idosos, para manter a mente deles ativa, para mantê-los ocupados, para eles terem algo para fazer,” conta Janaína Maria da Silva, coordenadora do Centro de Convivência do Idoso.

A arteterapia, que inclui atividades de artesanato, tem sido recebida com entusiasmo pelos idosos. As aulas acontecem às terças e quintas-feiras à tarde, e em apenas 30 dias, os participantes já demonstram grande carinho, dedicação e perfeição em seus trabalhos. Essa atividade não só mantém os idosos ocupados, mas também oferece um espaço para expressão criativa e socialização.

Além da arteterapia, o CCI planeja inaugurar uma cancha de bocha, oferecendo uma alternativa para aqueles que preferem atividades físicas. Essa diversidade de atividades tem como objetivo garantir que todos os idosos se sintam acolhidos e envolvidos em práticas que lhes tragam satisfação e bem-estar.

Jair dos Santos, de 63 anos, residente do CCI, expressou sua satisfação com as atividades oferecidas: “Nós estamos gostando de fazer, não ficamos parados, fazemos arte. As horas passam mais rápido e deixam o dia mais divertido.”

As iniciativas do CCI demonstram a dedicação da equipe em proporcionar um ambiente acolhedor e estimulante para seus moradores, garantindo não só a proteção, mas também a alegria e a ocupação dos idosos de Chapecó.

Fotos: Francisco Lund Junior/PMC

Mais notícias

Evento aconteceu na Unidade Administrativa, em Chapecó, nesta segunda-feira (24) O …

Paciente foi transferido de Maravilha para Chapecó Nesta terça-feira (25), a …

Abrir bate-papo
Olá 👋
Podemos ajudá-lo?